Perícias



 

A palavra “perícia” vem do latim perior que quer dizer experimentar, saber por experiência. Consiste num aporte especializado que pressupõe um conhecimento técnico/científico específico que contribua no sentido de esclarecer algum ponto considerado imprescindível para o procedimento processual.

Para ser perito é necessário estar vinculado ao conselho regional da sua categoria de formação. Conhecer bem a sua área de atuação. Essa profissão é destinada a verificar ou esclarecer determinado fato, apurar as causas motivadoras do mesmo, ou o estado, a alegação de direitos ou a estimação da coisa que é objeto de litígio ou processo.

Os que podem seguir carreira de perito são:

Aposentados
Recém-formados
Profissionais liberais

Veja alguns dos tipos de perito que existem:

Perito Criminal (Cível ou federal) – São funcionários públicos que trabalham na policia, mas não são policiais.

Perito Oficial – Nomeado pelo Juiz para cada processo, deve possuir formação e habilidades comprovadas. Embora seja considerado um cargo de confiança, não é funcionário público. O perito oficial é apenas designação como tal. Deve ter conhecimento técnico, muita experiência profissional, conhecimento notório e apresentar uma série de documentos comprobatórios da sua qualificação para compor o prontuário no Fórum. É na maioria das vezes um profissional liberal que atua em outras atividades. Não pode ter envolvimentos com Juízes do Fórum em que atua, assim como as partes do processo.

Assistente Técnico – É nomeado pelas partes nos processos judiciais para que acompanhem o trabalho do perito oficial.

Mercado de trabalho em ascensão.

Dependendo de sua especialização, um perito pode trabalhar nas seguintes áreas:

Processos judiciais
Empresas privadas
Empresas públicas
Bancos e instituições financeiras
Seguradoras
Escritórios de advogados
Pessoas físicas
Construtoras
Distribuidoras de combustíveis
Rede de lojas e supermercados
Prefeituras
Empresas de avaliações

FONTE: www.iped.com.br

 


Sem comentários ainda

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*


*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>